Parta à caça de perdizes com os cães de parar

São inúmeras as espécies de cães de caça. No entanto, nem todas as raças são indicadas para a caça de perdizes. Se procura um animal com características adequadas para esta tarefa, os cães de parar são bons companheiros para esta caçada, em particular o Epagneul Breton. Trata-se de um cão robusto, detentor de uma elevada capacidade para aguentar um dia completo de trabalho. Devido ao seu constante e apurado olfato, não apresenta sinais de fadiga e está em constante procura da presa.
Este cão de caça às perdizes é igualmente um bom animal de companhia, devido ao bom temperamento e capacidade de socialização. Daí que seja cada vez mais procurado por famílias.

Epagneul Breton é tão rápido quanto as perdizes

caes de parar

Uma das suas principais características é a rapidez com que, guiado por um olfato bastante apurado, cobre uma determinada área, seja em terra ou em água. É um grande aliado dos caçadores de perdizes, pois é capaz de trazer a peça quase intacta. Isto porque tem aquilo a que os criadores de cães chamam de “dente doce”. Além disso, é um cão muito fácil de treinar, pois tem uma aptidão inata para a caça e é bastante obediente.
Na hora de treinar esta raça lembre-se que o Epagneul Breton é muito dinâmico e necessita de estar constantemente ocupado, caso contrário pode assumir uma outra faceta: a de destruidor. Por isso, mantenha o seu animal sempre em atividade. Para tal, pode contactar a Quinta dos Penedinhos, pelo e-mail 
quinta.dos.penedinhos@gmail.com, e levar o seu cão à caça de perdizes.

Além disso, não opte por um treino violento. E quando se fala em violência refere-se a física e a mental. Este cão é dócil, pelo que necessita de um método de treino com reforço pela positiva, que aumente a sua confiança. Senão, corre o risco de assumir uma postura tímida e condicionar as suas habilidades de caça.


Socialização de cães de caça

Com o treino adequado, esta raça é muito dócil, apresentando uma tendência natural para socializar com os donos, pessoas estranhas e outros animais. Portanto, se e quando adquirir este cão, ele lhe parecer tímido, será por um de dois motivos: ou não é puro e deriva de cruzamentos de outros exemplares, ou foi sujeito a um treino demasiado agressivo. Por isso, se escolher esta raça para caçar perdizes, lembre-se que deverá mimar o cão e dar-lhe uma rotina com bastante atividade, quer seja na caça, quer seja em caminhadas e corridas.

Embora temperamental e sensível ao stress, o Epagneul Breton tem uma energia inesgotável, aliada a uma boa resistência física (apesar da baixa estatura). É certamente uma boa opção para caçar com sucesso as perdizes. E se procura presas com qualidade e criadas em ambiente natural, a Quinta dos Penedinhos é o local indicado.

Contacte-nos pelo +351 914 563 661 e venha conhecer-nos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *